Testemunho de Samuel Armnius

Samuel Armnius é um seminarista da Diocese de Bayonne (França). Os seus pais são egípcios e, depois de casarem, mudaram-se para Paris. Em Paris nasceu o Samuel e os seus quatro irmãos, dos quais duas irmãs são freiras, e um irmão é sacerdote.

Depois de se licenciar em Direito e Contabilidade abriu uma consultora porque «queria ajudar as pessoas a desembaraçar-se na complicada burocracia francesa», até que sentiu o chamamento ao sacerdócio, e foi para o seminário. Agora estuda em Roma e vive no Seminário Internacional Sedes Sapientiae.

Aqui, tanto o crescimento espiritual como o teológico, além da própria dimensão pessoal, situam-se na base do ensino.

«Em muito poucas semanas notei logo como era tão acolhedor e ao mesmo tempo tão sério este ambiente. Aqui, tanto o crescimento espiritual como o teológico, além da própria dimensão pessoal, situam-se na base do ensino. Além disso, o facto de contar com um ambiente tão internacional fez com que a minha perspectiva sobre o mundo mudasse e se tornasse mais positiva. A minha estadia em Roma mal começou, mas está a ser muito proveitosa e interessante devido ao clima familiar que se respira no seminário onde vivo. Posso dizer que se converteu na minha segunda casa».

Samuel provém da comunidade copto-ortodoxa. Os coptas procedem do Egipto onde as suas igrejas são alvo de ataques terroristas.

«Depois de um desses ataques, lembro-me de ter escrito pelo Facebook à minha tia do Cairo para saber como se viviam esses momentos. Surpreendeu-me a sua resposta porque me dizia que a comunidade se organizava para se reunir às portas de uma das igrejas e vigiar. Deste modo queriam manifestar para todos o amor e a misericórdia de Cristo».